BRILHO, Benedicto Cândido Corte

De IHGP
Edição feita às 14h41min de 20 de maio de 2015 por Adminihgp (Discussão | contribs)

(dif) ← Edição anterior | Revisão atual (dif) | Versão posterior → (dif)
Ir para: navegação, pesquisa

(Séc. 19-20). Professor. C.c. Albertina Frendenburger Corte Brilho. Ff.: Ary, Cyro (v.), Darwin, Linneu, Moacyr, Ruy. No “Almanak” de Camargo (1900), há, no entanto, um registro do seu casamento em 24.7.1894 com Carlota Diehl. Mestre piracicabano em fins do século 19 e no início do século 20, destacou-se pelos seus empenhos na popularização de noções básicas de botânica e de cultivo inteligente da terra, de modo prático e atraente, tendo publicado em 1912 o livro “Palestras sobre as plantas”, aprovado para adoção nas escolas paulistas. Essa aprovação tinha em vista a importante contribuição que oferecia, “para desenvolver o gosto dos alunos pelas plantas e suas variadíssimas aplicações à agricultura”, com ensinamentos essenciais de horticultura, floricultura, enxertos, podas etc. Os irmãos Moraes Barros, em época de árduas lutas políticas, confiaram-lhe a direção do jornal do seu partido, a Gazeta de Piracicaba (Diehl Netto, 1955). Dirigiu, na passagem do século, o 1º Grupo Escolar de Piracicaba (Grupo Escolar Barão do Rio Branco) e foi inspetor escolar em Piracicaba. O grupo escolar do bairro do Chicó tem seu nome. No Jardim São Paulo há uma rua prof. Corte Brilho.



Pfromm Netto, Samuel, 1932-2012. Dicionário de Piracicabanos / Samuel Pfromm Netto. — 1. ed. — São Paulo : PNA, 2013.