BECARI, família

De IHGP
Edição feita às 12h04min de 20 de maio de 2015 por Adminihgp (Discussão | contribs)

(dif) ← Edição anterior | Revisão atual (dif) | Versão posterior → (dif)
Ir para: navegação, pesquisa

(Séc. 20). Tudo leva a crer que os Becari da Piracicaba de meados do século 20 provêm dos imigrantes italianos Becaro, mencionados no início desse século, em listas de sócios da Sociedade Italiana de Mútuo Socorro: D. Beccaro (lista do Livro de Protocolo de 1901), Panesiano Becaro (no mesmo livro de 1901) e Giovanni Becaro (ou João Beccari), cujo nome se encontra em 1905 no Livro Caixa e no Livro de Protocolo. João Beccari tinha máquina de beneficiar arroz na Vila Rezende, nos anos vinte (Aldrovandi, 1991). Destacou-se como um dos campeões de bocha nas partidas disputadas no Restaurante Papini, juntamente com João e Santo Braião (v.), os Mazzonetto (v.) e outros. A Casa Becari, à rua 15 de Novembro, nº 858, era um tradicional estabelecimento comercial piracicabano no centro da cidade, com comércio de ferragens, louças, alumínios, artigos para presentes, fogos etc. (Krähenbühl, 1955; Guias de Piracicaba, 1958 e 1966).



Pfromm Netto, Samuel, 1932-2012. Dicionário de Piracicabanos / Samuel Pfromm Netto. — 1. ed. — São Paulo : PNA, 2013.