ARANHA, António Alves

De IHGP
Edição feita às 14h19min de 19 de maio de 2015 por Adminihgp (Discussão | contribs)

(dif) ← Edição anterior | Revisão atual (dif) | Versão posterior → (dif)
Ir para: navegação, pesquisa

N. Campinas, SP, 17.6.1854. F. São Paulo, 1923. C.c. Escolástica do Couto Aranha. Professor e primeiro diretor da Escola Complementar de Piracicaba (posteriormente Escola Normal Sud Mennucci), desde a instalação desta, (10.4.1897 a 29.11.1902). A escola situava-se à rua do Rosário, no local em que funcionou posteriormente a Escola Industrial, em prédio antes pertencente à Sociedade Propagadora de Instrução. Escolástica, sua esposa, foi a primeira presidenta da Sociedade Operária Leigas do Bem, criada a 21.8.1897 junto à loja maçônica Piracicaba (Veiga, 1975). Presidiu a formatura da primeira turma de professores da cidade, juntamente com o dr. Rafael Marques Cantinho (v.), o juiz de direito da Comarca. Melo Moraes (em Krähenbühl, 1955) refere-se ao prof. Aranha nos seguintes termos: “Alto, magro e principalmente íntegro... Jamais curvou a espinha dorsal. Cumpria a lei, acontecesse- lhe o que acontecesse”. Aranha foi igualmente o primeiro diretor da Escola Complementar de Campinas, que começou a funcionar em fevereiro de 1903. A inauguração desta ocorreu em 13.3.1903 e sua primeira turma de professorandos formou-se 1906. Seu antigo prédio situava-se na esquina das ruas Francisco Glicério e 13 de Maio e foi posteriormente demolido. Mais tarde a escola transformou- se em Instituto de Educação Carlos Gomes e por fim em Escola Estadual de Primeiro e Segundo Grau Carlos Gomes (C. S. Farjallat, Jornal dos Professores, maio de 1993). A esposa, Esco-lástica, tem rua com seu nome, situada no Jardim Nova Suíça.



Pfromm Netto, Samuel, 1932-2012. Dicionário de Piracicabanos / Samuel Pfromm Netto. — 1. ed. — São Paulo : PNA, 2013.