COELHO, José de Souza Gomes (Nhonhô Coelho)

De IHGP
Ir para: navegação, pesquisa

N. 1880. F. Piracicaba, 17.4.1952. Banqueiro e cidadão benemérito, um dos principais nomes ligados à criação e manutenção de instituições de assistência social em Piracicaba. Amigo do Monsenhor Rosa (v.), liderou em 1933, a pedido deste, o movimento de que resultou a construção e inauguração da capela no local em que viveu o preto Aleixo (v.), na rua do Rosário, desativada em fins dos anos 40. Atendendo igualmente a pedido do Monsenhor Rosa, Nhonhô Coelho formou a comissão da construção de capela e creche no bairro Paulicéia, capela que originou a Igreja Matriz da Imaculada Conceição de Maria. Na década de 1940-49, Frei Evaristo de Santa Úrsula, superior dos Frades Franciscanos de Piracicaba, buscou o apoio de Nhonhô Coelho para a construção do Lar Franciscano de Menores (ou Abrigo de Menores Desamparados), sendo assim possível levar avante a edificação, graças ao empenho desse cidadão altruísta, à frente de um grupo de colaboradores, entre os quais o empreiteiro Paulo Elias Pecorari. Ainda nos anos 40, Nhonhô Coelho liderou a construção do Centro Operário Nossa Senhora Aparecida (posteriormente Capela de Nossa Senhora Aparecida). Foi provedor do Asilo de Velhice e Mendicidade, posteriormente Lar dos Velhinhos, durante longo período, de 1935 a 1949. Segundo depoimento de Milton Rontani, a manutenção do asilo tornou-se dificílima, naqueles anos de crise econômica e guerra mundial. “Nhonhô Coelho, já idoso, não media sacrifícios em prol dos necessitados”, lembra Rontani. “Com sua camionete usada, com muitos quilômetros rodados, enfrentava galhardamente não só as intempéries... e as árduas estradas municipais de terra batida, em busca de alimentos aos velhinhos sob sua guarda. Soube, com afinco, desempenhar a sua missão”. Há uma rua na Vila Rezende (São Luís), denominada José de Sousa Gomes Coelho, paralela às avenidas São João Teodoro e Dr. Morato.


Pfromm Netto, Samuel, 1932-2012. Dicionário de Piracicabanos / Samuel Pfromm Netto. — 1. ed. — São Paulo : PNA, 2013.