BISCHOF, José

De IHGP
Ir para: navegação, pesquisa

(Séc. 20). Comerciante. A família Bischof dedicou-se ao longo de boa parte do século 20 à fotografia profissional e à comercialização de produtos do ramo. Além de José Bischof, que dá nome a rua no Jardim Morumbi, estiveram ligados a essa atividade os demais familiares: Isabel (Frau Bischof), Rodolfo (n. 1917 e f. em Piracicaba em 27.8.1987, ativo no comércio local desde 1930), Oswaldo, Oscar, que também era violinista, Frida, Lori (Leonor), Elza. A loja de eletrodomésticos e material elétrico e o ateliê fotográfico localizavam-se na rua Governador Pedro de Toledo, n° 925 (antigo 1005). Não há notícia de estudo ou levantamento exaustivo de todos quantos se dedicavam profissionalmente à fotografia em Piracicaba. Os registros impressos disponíveis não vão além da menção deste ou daquele fotógrafo, deste ou daquele ateliê (v. a este respeito os almanaques de Piracicaba editados durante o século 20). Fazem parte dessa história obscura, que está para ser escrita, além da Casa Bischof, os profissionais (e/ou estabelecimentos) Eleotério Cantarelli, Ricardo e Milton Caprecci, Foto Rápido Cozzo de João R. Cozzo (v.), José e Idálio Filetti (v.), Foto Fuji, Foto Studio Rezende, Casa Paulo Foto, Foto City, Foto Reportagem Nascimento, Cícero Correa dos Santos (v.), Geraldo P. Toledo (v.), Ary Lacorte (v.), Jorge Altino Vieira, Diógenes Banzatto (v.), Nogueira Neto, Kenji Kawai, Estúdio Spavieri, Osmir Antônio Avanzi, Holler Cine-foto, Claudemir Casarin, José Osmir Dorizotto, Luiz Saconi, Ekeler, Eduardo Fernandes (v.), Mário Petrantônio e Phocus Studium. Caldari (1990) lembra dois fotógrafos da Vila Rezende nas primeiras décadas do século 20: Mário Crivellani, conhecido como Curvinha (v.), e Roberto Turin. Entre os mais antigos estabelecimentos do gênero, existiam, em fins do século 19, a “Photographia Vienna”, de propriedade de Arthur Lobenwein (v.), à rua do Comércio (Governador Pedro de Toledo) nº 153, talvez o primeiro do gênero, anunciado no “Almanak de Piracicaba” de Camargo (1900), e o ateliê de Mazzilli e Lauria, anunciado pela “Gazeta de Piracicaba” em 4.10.1896 (v. Mazzilli, Francisco Antônio). (Jornal de Piracicaba, 19.8.1986.)



Pfromm Netto, Samuel, 1932-2012. Dicionário de Piracicabanos / Samuel Pfromm Netto. — 1. ed. — São Paulo : PNA, 2013.