BARROS, António Pais de

De IHGP
Ir para: navegação, pesquisa

. Barão de Piracicaba. N. Itu, SP, 4.3.1791. F. Piracicaba, 11.10.1876. C.c. Gertrudes Eufrásia Aires de Aguiar. Ff.: Maria, Rafael (2º Barão de Piracicaba), Gabriela, Antônia, Antônio, Diogo Antônio. Eleito e proclamado suplente de deputado paulista às Cortes de Lisboa em 1821, não tomou posse naquela assembléia. Em 1830- 33 fez parte da segunda legislatura do Conselho de Governo da província de São Paulo. Pertenceu igualmente ao Conselho Geral da província na 1ª, 2ª e 3ª legislaturas, desde 1829. Após a extinção do Conselho Geral em 1834, foi deputado (1835) na primeira legislatura da Assembléia Provincial, assim como na 2ª, 5ª e 7ª legislaturas. Em 1854 foi agraciado com o título de Barão de Piracicaba. António Pais de Barros é personagem importante na história de Rio Claro (Ribeirão Claro), ao tempo em que esta era freguesia anexa ao 16º Termo da província de São Paulo, encabeçado por Constituição (Piracicaba) (Müller, 1838). Segundo a mesma fonte, nessa época Rio Claro constituía o 3° Distrito de Paz do município piracicabano. Em 1817, juntamente com Campos Vergueiro e Marcelino de Godoy, António Pais de Barros aparece como comprador da primeira sesmaria de Morro Azul. Em 1826 Pais de Barros figura como morador da “capela de São João Batista do Ribeirão Claro, nas extremidades das freguesias de Araraquara, Vila de Constituição (Piracicaba) e Corumbataí”. Em 1832 o nome de Pais de Barros está na lista dos fundadores da “Sociedade do Bem Comum”, entidade benemérita criada em Rio Claro para a construção da Igreja Matriz e para promover “os bons costumes e a educação da mocidade” (A. A. Fonseca, em Penteado, 1978). Em 1845 os empenhos conjuntos dos deputados Nicolau Pereira de Campos Vergueiro e António Pais de Barros conseguiram a aprovação, pela Assembléia Provincial, de um decreto que elevou a freguesia de São João do Rio Claro à condição de vila autônoma (7.3.1845). Por ocasião do 1º Centenário de Rio Claro (1927), foi inaugurado no centro da cidade um marco que comemorou sua fundação, com o nome de António Pais de Barros inscrito entre os dos seus fundadores.


Pfromm Netto, Samuel, 1932-2012. Dicionário de Piracicabanos / Samuel Pfromm Netto. — 1. ed. — São Paulo : PNA, 2013.