AMARAL, Pedro Ferraz do

De IHGP
Ir para: navegação, pesquisa

N. Piracicaba, 21.7.1901. F. São Paulo, 19... Contista, historiador, jornalista, professor. C.c. Lúcia Garcia Ordine do Amaral. Irmão de Breno Ferraz do Amaral (v.). Fez os cursos primário e secundário em sua cidade natal, diplomando-se como professor normalista pela Escola Normal Oficial (atualmente a Escola Estadual Sud Mennucci). Jornalista desde moço, começou no “Jornal de Piracicaba” e foi um dos fundadores do jornal “A Tarde”. Mudou-se para a capital paulista, tendo trabalhado nos jornais “Correio Paulistano”, “A Gazeta”, “Diário da Noite”, de que foi redator, secretário e redator-chefe, “Diário Nacional” (primeiro secretário de redação e redator-chefe), “Correio de São Paulo”, de que foi diretor, e “O Estado de São Paulo”. Ao tempo em que Monteiro Lobato e Breno Ferraz do Amaral eram diretores da “Revista do Brasil”, foi seu secretário (1923-24). Atuou durante quinze anos como secretário executivo do Idort em São Paulo, até 1955. Foi inspetor do Instituto do Açúcar e do Álcool e colaborou em diversos periódicos do país e do exterior. Pertenceu ao Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo, à Academia Paulista de Letras, à Academia Cristã de Letras, à Academia Paulista de História e ao PEN Centre de São Paulo, de que foi presidente. Usava o pseudônimo Gon-çalo Simões em algumas das suas publicações. Sua bibliografia inclui os seguintes títulos: “Celso Garcia”, biografia, 1973; “Idort - 30 anos de atividades em São Paulo e no Brasil” e vários estudos publicados na Revista da Academia Paulista de Letras e na Revista do Arquivo Municipal de São Paulo. Traduziu obras de Maupassant, Stendhal e Thomas Mann.



Pfromm Netto, Samuel, 1932-2012. Dicionário de Piracicabanos / Samuel Pfromm Netto. — 1. ed. — São Paulo : PNA, 2013.