ALMEIDA, António Custódio de

De IHGP
Ir para: navegação, pesquisa

(Séc. 19- 20?). Juntamente com a mulher e seus oito filhos - Ana, Antônio, Cândido, Francisco, João, José Sebastião, Manoel e Prudente -, são apontados como os fundadores de Saltinho, que até 1992 foi distrito do município de Piracicaba, ganhando nesse ano a sua emanci- pação. Registram-se igualmente nos começos da história de Saltinho a família Etori, dona de terras próximas ao córrego Saltinho, assim como as famílias Marques, Geday, Estevã, Raimundo, Alexandre e a de João Pereira de Aguiar, c.c. Maria de Almeida, pais de Joaquim Mendes Pereira, o primeiro juiz da localidade. Os Custódio (de Almeida) receberam, em paga-mento por seu trabalho, 36 alqueires onde Saltinho está situado e teriam sido os primeiros moradores da região, nas casas de barro e madeira que construíram, com cobertura de sapé. Em 1922 Saltinho converteu-se em distrito de Piracicaba (lei n° 1886), instalado em 5.4.1923, graças ao então deputado estadual Samuel de Castro Neves (v.). No ano seguinte o distrito foi anexado a Rio das Pedras, mas voltou a pertencer a Piracicaba em 1948, emancipando- se como município 43 anos depois (C. Perroni, Jornal de Piracicaba, 19.5.2000).


Pfromm Netto, Samuel, 1932-2012. Dicionário de Piracicabanos / Samuel Pfromm Netto. — 1. ed. — São Paulo : PNA, 2013.