ALMEIDA, António Bonifácio de

De IHGP
Ir para: navegação, pesquisa

(Séc. 19). Vereador em Constituição (1869-72) e procurador da Câmara Municipal. Juntamente com Gustavo de Moraes Barros, dr. António de Moraes Barros, alferes José Correra Pacheco e Mário de Souza, fez parte do contingente de trinta voluntários piracicabanos que seguiram em fevereiro de 1894 para a fronteira de Itararé, participando, assim, das forças paulistas que enfrentaram a Revolta da Armada, também conhecida como Revolta Custódio de Melo. Iniciada em setembro de 1893 no Rio de Janeiro, ao tempo do governo de Floriano Peixoto, a revolta prolongou-se até março de 1894. Há menção anterior (9.11.1893) da partida do piracicabano Francisco Alves Feo para o Rio de Janeiro, a fim de alistar-se em batalhão de voluntários constituído para combater as revoltas na capital federal (Guerrini, 1970). Uma rua de Piracicaba denomina-se António Bonifácio de Almeida, no Jardim Irapuã.


Pfromm Netto, Samuel, 1932-2012. Dicionário de Piracicabanos / Samuel Pfromm Netto. — 1. ed. — São Paulo : PNA, 2013.