ALEXANDRINO, Pedro

De IHGP
Ir para: navegação, pesquisa

N. Piracicaba, 7.9.1932. F. Piracicaba, 16.11.1991. C.c. Francisca Rodrigues Gomes Alexandrino, n. 1934. Ff.: Pedro Luís, Mário, Nívea. Contabilista, cantor, acordeonista, violonista. Destacou-se desde meados do século como seresteiro em Piracicaba e Limeira, tendo feito parte do conjunto piracicabano “Carinhoso” e outros grupos musicais. Iniciou sua carreira artística bem antes dos 20 anos de idade. Cantou no Coro São Tarcísio, na Igreja do Bom Jesus. Revelou-se nos programas de calouros da rádio Difusora e teve um programa só seu, na PRD6. “A caminhada de Pedro Alexandrino não foi das mais fáceis... Trabalhou bastante... Chegou a trabalhar com carro de aluguel, na praça de Piracicaba... Pedrinho conseguiu superar todas as dificuldades e se transformar num cidadão respeitável, num chefe de família querido pela esposa e pelos filhos, num seresteiro admirado e solicitado” (Geraldo Nunes). Gravou diversos discos em 78 rpm, assim como os LPs “Ontem ao luar”, “Seresta de Sempre” e “Uma voz... um violão e uma canção”. Submetido inicial-mente a uma cirurgia no coração e vítima de um derrame, faleceu em virtude de infecção hospitalar, na Santa Casa de Piracicaba, após passar por duas cirurgias (G. Nunes, Jornal de Piracicaba, 19.11.1991). “Com aquela voz romântica de expressão e sentimento inconfundíveis, foi sem exagero um dos melhores e mais perfeitos cantores desta Noiva da Colina... Um eterno namorado das serestas, que ele tanto embelezou e engrandeceu com a magia fascinante de sua bela voz” (S. L. Alarcon).


Pfromm Netto, Samuel, 1932-2012. Dicionário de Piracicabanos / Samuel Pfromm Netto. — 1. ed. — São Paulo : PNA, 2013.