ALARCON, Manoel Lopes

De IHGP
Ir para: navegação, pesquisa

. Empresário, contabilista, advogado (1973), radialista, fotógrafo, seresteiro, musicólogo. N. e f. em Piracicaba (11.8.1922-25.2.1991). Casado com Maria das Dores Augusto Lopes Alarcon. F.: Santo Joaquim. Formou-se em contabilidade pela Escola de Comércio Cristóvão Colombo em 1940. Paralelamente às atividades profissionais, como assessor de grandes empresas e contador renomado, dedicou-se ao estudo da música popular brasileira da velha guarda e à produção e apresentação de programas radiofônicos na rádio Difusora, denominados “Pelos caminhos da saudade”. Publicou os livros Erotides de Campos, o condor da música popular brasileira (1985), Minha vida era um palco iluminado e Cinco minutos de leonismo e colaborou com numerosos estudos sobre MPB nos anos 70 e 80, no “Jornal de Piracicaba”. Descendente de famílias espanholas que imigraram para o Brasil e passaram a viver em Piracicaba, os Lopes Alarcon e os Gutierrez, era f. de Joaquim Lopes Alarcon, negociante estabelecido no largo S. Benedito, à r. Prudente de Morais, com o armazém Casa Lopes, e de d. Maria Murilo Faé Lopes Alarcon. Foram seus irmãos: Afonso, Carmen Lopes Alarcon Comitre, Iracema Lopes Alarcon Cossa, Sérgio e Sílvio Lopes Alarcon. Esteve à frente da Auditora Modelo de Serviços Contábeis e Fiscais, com sede à r. Morais Barros, 792 (ed. Georgeta Dias Brasil); posteriormente, Alarcon Auditores Independentes, à r. Regente Feijó, 441. Alarcon foi um dos fundadores e integrantes da primeira diretoria da Associação dos Contabilistas de Piracicaba, criada a 20.1.1950 e convertida em Sindicato dos Contabilistas de Piracicaba em 1963. Uma avenida tem seu nome, no Jardim Santa Rosa, e em 2001 o Sindicato dos Contabilistas da região de Piracicaba homenageou-o postumamente, dando seu nome ao “Auditório Manoel Lopes Alarcon”.


Pfromm Netto, Samuel, 1932-2012. Dicionário de Piracicabanos / Samuel Pfromm Netto. — 1. ed. — São Paulo : PNA, 2013.