ADAMOLI, João Egydio (Joca Adamoli)

De IHGP
Ir para: navegação, pesquisa

Pintor renomado, n. em Piracicaba, 17.10.1911, f. em Piracicaba, 10.2.1980. Pintava paredes, fazia afrescos em capelas e igrejas e pintava paisagens ao ar livre desde os 19 anos. Discípulo de Frei Paulo de Sorocaba (v.). “Pintor operário”, nas palavras de Cosentino (1984), fez parte do famoso grupo de artistas Santa Helena, de São Paulo. Cosentino refere-se a cinco fases da sua atividade artística, as duas primeiras, 1929-35 e 1935-1941, marcadas por uma exposição polêmica em 1941, e as seguin-tes pelo refúgio à natureza e participação desta, para, finalmente, sintetizá-la e nela integrar-se. O terceiro período vai de 1941 a 1960, período de interiorização e refúgio na paisagem; de 1960 a 1970, começa com “forte período de revolta interior”; por fim, de 1970 a 80, Adamoli vive um período extremamente fecundo, que se encerra com o seu falecimento, pouco antes de comemorar cinqüenta anos de pintura. Participou de dezenas de exposições individuais e coletivas e de mostras oficiais em sua terra natal, no Rio de Janeiro, em São Paulo, Curitiba, Porto Alegre, Salvador, Florianópolis, Santa Bárbara, Rio Claro, Jaboticabal, Ribeirão Preto. Expôs igualmente no exterior (Canadá, Alemanha). Foi premiado nos Salões de Belas Artes de Piracicaba (1961, 1967, 1968, 1972) e no Salão Paulista de Belas Artes. Suas obras fazem parte dos acervos de numerosos museus do país e do exterior, galerias e coleções particulares.


Pfromm Netto, Samuel, 1932-2012. Dicionário de Piracicabanos / Samuel Pfromm Netto. — 1. ed. — São Paulo : PNA, 2013.